3 de mar de 2012

MIXTO VENCE O SEC DE VIRADA EM CUIABÁ

FONTE: Craques do Radio

Aguardando com expectativa em função dos desentendimentos entre os jogadores dos dois times dentro e fora de campo, no 1º turno, o jogo entre Mixto e Sorriso foi disputado sem qualquer anormalidade na noite deste sábado, no Dutra. O Alvinegro venceu por 2×1, se mantendo isolado na vice-liderança, agora com 23 pontos ganhos. O Sorriso é o 6º, com 13.
Antes da partida o presidente do Sorriso, Celso Kozac, disse que o ônibus que trouxe a delegação do time para Cuiabá foi apedrejado por “torcedores do Mixto”, relatando que “alguns vidros foram quebrados”. A delegação da equipe do Nortão contou com um reforço policial, a pedido da diretoria.
O Sorriso encarou o Mixto de igual para igual desde o início, criando bons momentos principalmente ao explorar a velocidade do atacante Jal. E foi ele que cruzou para o artilheiro Fábio Buda abrir o placar, de cabeça, aos 20 minutos do 1º tempo.
Em seguida, o time visitante ainda criou pelo menos duas ótimas chances para ampliar o placar, sempre com a dupla Jal-Fábio.
O Mixto demorou para incomodar e aos 36 teve três bons momentos no mesmo lance, desperdiçando o gol de empate com Jackson, Ricardinho e Wanderson.
Na expectativa de melhorar a marcação e ao mesmo tempo a criação do time o técnico Wilson Carrasco não esperou o intervalo e trocou o meia Wanderson por Eder Belém.
E ainda no primeiro tempo saiu o gol de empate: cobrança de escanteio que o zagueiro Kal aproveitou, de cabeça, igualando o placar, aos 42 minutos – 1×1.
O segundo tempo começou muito movimentado e nos primeiros minutos o Mixto ficou sem o lateral Alemão, que sentiu uma contusão no tornozelo esquerdo e foi substituído pelo atacante Oneir. O Mixto era melhor e chegou ao gol da virada aos 18 minutos: Kiko deu ótimo passe para Paulinho Marília que, de peito, deixou Eder Belém em condições de finalizar: ele chutou forte e fez 2×1 para o Alvinegro.
Oito minutos depois o Mixto desperdiçou ótima chance com cruzamento de Oneir, que Paulinho Marília finalizou para fora. Em seguida mais um contundido deixou o time do Mixto – Jean Carlos foi substituído pelo volante Neto.
A partir daí, o Mixto se desorganizou e o Sorriso passou a tomar mais a iniciativa, atacando o time cuiabano. E chegou com perigo aos 31 minutos com Nenê cabeceando com perigo, bola defendida por Perereca.
Foi o último lance de real perigo do jogo e o Mixto completou 3 vitórias nos 3 últimos jogos.
O público foi de 763 pagantes, com renda de R$ 6.135,00.
Na próxima rodada, os dois times jogam em Rondonópolis: o Sorriso joga sábado contra o REC e o Mixto no domingo, contra o Vila Aurora.

Nenhum comentário: